domingo, 13 de março de 2011

Entre o píer e o barco.

Para onde vou? Tenho coragem de ir? Queria poder responder a essas perguntas, mas não são essas as perguntas que a vida me fez, ela perguntou e não pela primeira vez: Para onde vocês vão? Até onde vocês têm coragem de ir?

Vim me preparando para adiantar as coisas, tentar sair o mais rápido possível dessa situação toda de sofrer por depender dos outros. Estive calculando, medindo, questionando. Estava acima de tudo me condicionando as mudanças necessárias. Estou largando tudo o que já escrevi, simplesmente não é agora, vou ter que continuar nisso...

O motivo para abandonar o barco longe de ser o fato do casco está comprometido é basicamente que não tenho a ajuda necessária para retirar a ancora, só vou ate onde a corrente de ferro me deixa ir, queria por o pequeno veleiro nas correntes do mar e iniciar uma aventura, a essa altura tenho mesmo é que esperar.

Ando sem perspectiva, não tenho nada com que me importe para atingir no momento, meu único desafio é suportar o tormento de continuar tudo da maneira que está. Pergunto-me em que depositar as esperanças se de nenhuma maneira posso mudar as coisas sozinho, acreditei que estava acompanhado mais percebi que não nesse barco, a distância não é tanta entre o barco e o píer, embora apenas eu esteja preparado para remar.

Com o coração ancorado, nada posso fazer além de entrar no barco remar, remar e remar até que um dia a corrente pare de nos prender e outra corrente nos leve, breve ou brava da vida a correnteza.

Se o que precisa é de certeza, eu já encontrei a minha nova tarefa, vou passar os dias a preparar o barco, ampliar a nossa embarcação na tentativa de que tenha intenção de subir comigo, todos os dias remar para o mar, tentar, tentar e tentar...

5 comentários:

Estante da Vida disse...

Espero te ver tentar...e alcançar^^ainda que não seja bem como se pretende, mas como for possivel ser e tiver de ser.

Raquel Soares disse...

essa vida me mostra todos os dias novos desafios para rabiscar novos rumos, mas eu nao sei para onde vou... mas espero chegar lá!
muitas vezes eu me pergunto por que eu vim parar logo aki...

andrebdois disse...

belissimo pensamento cara, demais!!

Francesca Crews disse...

meu bom e velho amigo! faz um século que nao falo com você né?
Como sempre escrevendo maravilhosamente viu?
E um feliz aniversário \o \o

André disse...

Obrigado Fran!